quinta-feira, 17 de julho de 2008

1ª ENSINO MÉDIO - Atividades com contos crônicas

Os alunos da 1ª série do Ensino Médio estão estudando a estrutura narrativa mais ou menos típica dos textos literários. Inerente a esse estudo também estão determindo a analisando a diferença de linguagem entre textos ditos literários e não literários. Para complementar o estudo da sala de aula preparei uma atividade de leitura e análise em que os alunos deverão fazer as seguintes reflexões:
  • Escolher um autor preferido e ler um conto e/ou crônica no link abaixo;
  • Fazer uma rápida síntese enfocando os principais elementos que compõe a narrativa e questões temática;
  • Postar essas reflexões em comentários;

Link para pesquisa:http://www.releituras.com/ BOA LEITURA!!!!!!!!

8 comentários:

Dieiniffer, Angelo, Cristyofer disse...

Lemos um poema de Mário Quintana, onde nele, pudemos perceber o quanto ele gostava duma pessoa, porém não encontrava palavras que pudessem descrever todo aquele afeto, que estava sentindo. Ele gostaria de através de seu poema descrever um amor muito grande, mas admitia que suas palavras eram simples demais para um carinho tão sincero. Através desse poema, pudemos perceber que não precisa de tanto para mostrar um sentimento verdadeiro, precisa apenas ser sincero com as palavras, e saber usá-las adequadamente.

Achamos este site muito legal, onde através dele, pudemos conhecer muitos escritores, ler obras literárias extraordinárias, e adquirir conhecimento

Tailene,Leonardo,Luan disse...

Ao lermos o texto de Carlos Drummond de Andrade"Depois do jantar" achamos ótimo a historia uma boa referencia para lermos e aprendermos. Constatava uma historia referente ao um assalto que um cidadão enquanto caminhava foi surpreendido por um vulto que o assustava...
Ao realizarmos a atividade achamos muito interessante uma aula diferente que pode ser repetida varias vezes se for possível.

Valquiria e Jaqueline disse...

A crônica que lemos era intitulada "Clic" do autor Luiz Fernando Veríssimo e falava de um homem que era roubado , ele era executivo e não vivia sem seu celular. Sendo assim ligou para o numero
e lá atendeu uma mulher e ele conversou com ela para saber onde seu celular se encontrava e bateu um longo papo com ela , ela desligou varias vezes e com a conversa descobriu que ela estava em um motel com o ladrão de seu celular .

Liliane,Loreci e Taisi disse...

Lemos a crônica de Luis Fernando Veríssimo, "Clic". conta a história de um cidadão que teve seu celular roubado,ele tentando recupera-lo mentiu para moça que atendeu o celular e cada vez foi dificultando a procura do seu celular,e no final o homem que o tinha roubado jogou o celular pela janela.Onde o cidadão ligava a todo minuto para saber de seu celular, e não consegui recupera-lo.

Essa atividade online foi muito interessante,pois o site é muito legal, tem crônicas muito bacanas e os aluno s ficam mais apaixonados pela leitura,um texto muito divertido era de humor. esperamos que esse atividade se repita!

erick,matheus,anderson,alex sandro,maycon,luiz fernando,giovani disse...

O APITO
nesse texto de Luiz Fernando Verissimo , ele conta a história de duas pessoas , dois rapazes um se chamava "mafra" e outro "dubim".
nós achamos esse texto muito interessante,muito engraçado.

podem ler, que voçês não vão se arrepender ...

Shintya,Márcia,Jullyano disse...

Nós lemos uma crônica do escritor Luis Fernando Veríssimo intitulada "A Aliança", que conta a história de um homem que perde sua aliança, e com medo de contar a verdade para sua mulher, inventa que estava num motel fazendo programa e la acabou perdendo-a...

Nós achamos esta crônica muito show, pois é engraçada e divertida, e na nossa opinião ele é um autor muito bom.

Robson, Willian, Jossenir disse...

No poema de Mário Quintana nós percebemos que ele quis passar uma mensagem, através de uma garota que se chamava esperança. Com o objetivo de mostrar às pessoas que lerem esse texto, que continuem tendo esperança e que nunca desistam de seus sonhos

Emanuelly,Bruna,India,Neimar disse...

Primavera;de Cecília Meireles:A crônica retrata sobre uma primavera diferente.Onde o canto dos pássaros é diferente,por que nessa primavera as matas são virgens longe da poluição estipulada pelo homem;E cada cantinho da mata se escuta o canto de pássaros que futura mete serão como o homem,o fizer.As vezes pensamos apenas em nós mesmo s,e não temos noção do limite ,da ignorância,do mal que fazemos para nós e para seres tão inofensivo s.Que dependem apenas da nossa boa vontade e conscientização.